Projetos

Para as empresas

Educação: desenvolvimento da cultura da inovação por meio de palestras, cursos e workshops.

Feira de inovação: reuni e apresenta tecnologias de ponta em cada segmento e promover parcerias entre empresas de segmentos diferentes para gerar novos produtos ou processos inovadores. Ação que foca em empresas inovadoras, empreendedores, universidades e centros de pesquisa e desenvolvimento.

Fomento: busca por mecanismos para o desenvolvimento de novos produtos, serviços, processos e gestão de base tecnológica. Por meio da análise e seleção de editais e de programas de apoio à inovação, objetiva-se viabilizar o desenvolvimento de P&D e o de lançamento de produtos inovadores nas empresas locais.

Empreendedorismo: incentivo e apoio a criação de novas empresas de base tecnológica por meio de uma rede de parceiros com soluções em inovação.

Qualificação profissional: promoção de oportunidades de estágios em projetos de PD&I e em atividades produtivas de base tecnológica.

Oportunidades de investimento: articulação e gerenciamento de banco de oportunidades de investimento em negócios inovadores, com dados e redes de informações sobre as atividades de investimento produtivo com ênfase em inovação.

Para a Academia

Programas de extensão inovadora: editais com oportunidades para jovens acadêmicos aplicarem conceitos e resolver demandas de em
presas, organizações do terceiro setor e órgãos da administração pública direta e indireta.

Transferência de tecnologia: estímulos e promoção da transferência de tecnologia gerada nas instituições de ensino e pesquisa para o meio empreendedor, bem como o desenvolvimento de metodologias adequadas para essa finalidade.

Formação empreendedora: atividades como prêmios, projetos e capacitações com o propósito de promover o espírito e a formação empreendedora dos estudantes de graduação e de pós-graduação.

Divulgação de pesquisas e atividades científicas: mediante um aplicativo que está em desenvolvimento, serão publicados as teses, dissertações e artigos especializados para que a sociedade possa ter acesso ao conhecimento científico produzido na academia.

Eventos tecnológicos: apoio e desenvolvimento de feiras, workshops, palestras, congressos, e demais atividades que possam contribuir para a aproximação da academia com o setor produtivo para gerar desenvolvimento econômico e social.

Estímulo ao pensamento criativo: realização de concursos ou de prêmios para iniciativas voltadas à pesquisa científica aplicada, desenvolvimento tecnológico, inovação, ao design de novos produtos e ao empreendedorismo.

Para Instituições em geral

Atração de atividades de P&D: atração de instituições possuidoras de bases físicas e de estruturas de pesquisa e desenvolvimento tecnológico e de formação de recursos humanos, integrando-as programaticamente, no sentido de direcionarem suas ações para o desenvolvimento de produtos, serviços e processos de alta tecnologia, de gestão de empresas e de instituições de base tecnológica.

Parques Tecnológicos: planejar, criar, implantar e gerir parques tecnológicos, definindo seus temas e as tecnologias que incorporarão.

Missões de benchmarking: organização de missões técnicas em nível nacional e internacional, visando o aprimoramento e o conhecimento de projetos e instituições de fins semelhantes ao CIM.

Convênios e acordos de cooperação: parcerias com entidades públicas ou privadas, nacionais ou internacionais, para o desenvolvimento de atividades de pesquisa e desenvolvimento ou apoio e financiamento de projetos inovadores.

Captação de recursos: confecção de projetos para editais públicos ou programas de governo com o fim de promover negócios inovadores ou redes de cooperação.